quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Guitarrada junto ao mar

Aqui estou, depois de um fim-de-semana fora (muito bom para rever amigos e carregar baterias - ainda que me canse mais fisicamente por andar de um lado para o outro... encontro sempre uma forma de descansar, mais não seja do dia a dia e das preocupações - pelo menos tento).
Com um final de tarde, pouco antes da hora de partir, junto à praia, não podia ser melhor. =)

Contudo, e infelizmente, para não variar, as novidades não surgem, pois vão-se arrastando e surgindo muito lentamente. Tenho tanto para fazer, e quero fazer ainda mais, que no meio disto tudo, perco-me e acabo por não conseguir fazer metade...=(
Tenho a mania da organização, mas a verdade é que levo mais tempo a planear essa organização, do que a conseguir concretizá-la realmente.

Mas tinha dito que ia mostrar uma caixa feita com a mesma "técnica" que a anterior, - se é que assim lhe posso chamar - e é isso que vou fazer. Não consegui estar com a minha amiga a quem a ofereci, por isso não tenho (ainda) a foto em condições, mas vou aqui deixar as fotos que tenho...pouco nítidas, mas é o que tenho por agora.

(Prometo tentar arranjar uma foto melhor para vos mostrar).

Aqui deixo, com muito orgulho, A guitarra, um dos melhores trabalhos que fiz - pelo menos na minha opinião! (Suspeita por sinal...=P)


De frente...

...ao contrário...

...e de lado.


Para ser sincera, gosto tanto, mas tanto deita caixa, que nem acredito que fui capaz de a fazer. Para mim é simplesmente perfeita. Duvido que um dia faça algo igualmente "perfeito"!=P

O que mais me alegra é que ela é bastante estimada, e é utilizada para algo muito gratificante, pois sei que é importante para a pessoa a quem a ofereci!

Também fiz uma caixa do mesmo género, com dimensões um pouco maiores. Esta, consistia na junção de várias caixas, montadas numa estrutura que daria a ideia de bateria. Infelizmente não resultou tão bem, talvez pelo tamanho. Essa não posso mostrar, pois não tenho foto, e de momento não tenho como a arranjar.

Por hoje é tudo, despeço-me ao som do mar que contemplei no fim-de-semana! (Imaginem! ;P)


***=)

4 comentários:

david santos disse...

Por favor!
Ajuda a que se faça Justiça a Flávia. Se és um ser com sentimentos, ajuda!
Eu jamais invadirei teu blogue, garanto! Mas ajuda.
Repara bem: eu, tu, seja quem for, tem nosso pai, nossa mãe, nosso irmão ou irmã, ao longo de 10 anos em coma, que vida será a nossa?
Se não tivermos a solidariedade de alguém com sentimentos, que será de nós?

TEMPO SEM VENTO

Ah, maldito! Tempo,
Que me vais matando,
Com o tempo.
A mim, que não me vendi.
Se fosses como o vento,
Que vai passando,
Mas vendo,
Mostrava-te o que já vi.

Mas tu não queres ver,
Eu sei!
Contudo, vais ferindo
E remoendo,
Como quem sabe morder,
Mas ainda não acabei
Nem de ti estou fugindo,
Atrás dos que vão correndo.

Se é isso que tu queres,
Ir matando,
Escondendo e abafando,
Não fazendo como o vento:
Poder fazer e não veres
Aqueles que vais levando,
Mas a mim? Nem com o tempo!

Goreti Rodrigues disse...

Oi,
Obrigado pela visita, esta semana estive afastadinha com muito trabalho, aproveitei ontem para colocar umas trocas que estavam atrasadas :)
Mas que caixa é esta? Fiquei muito supreendida com esta tua obra, conheço alguém que ia adorar. Parabéns.
Bom fim de semana
Jinhos

Sara disse...

Olá, bom dia, vim aqui dar uma espreitadela e agradecer o comentário que deixas te no meu blog. espero que tenhas um bom fim de semana.
bjokas

Arte na Mão disse...

É de cartão???
Um espectaculo!!!
És mesmo uma artista.
Muitos beijinhos para ti,
Alik

Related Posts with Thumbnails